Obesidade: a epidemia global que você desconhecia

Estamos vivendo uma pandemia e isso nos faz esquecer de outras doenças tão graves quanto o Covid-19. 

A obesidade já é considerada o mal do século XXI. Já são mais de 300 milhões de pessoas obesas no mundo, de acordo com a  OMS (Organização Mundial de Saúde). 

E a previsão é que a metade da população mundial se torne obesa nos próximos 20 anos. 

Ao contrário do que a maioria das pessoas imagina, a obesidade vai além da estética, porque o aumento de peso potencializa o surgimento de doenças graves

Pesquisas feitas em Framingham, nos Estados Unidos, associaram a obesidade às chances de aparecimento de doenças cardiovasculares em homens (23%) e mulheres (15%). 

Além disso, a obesidade sobrecarrega a coluna e os membros inferiores, provocando desgastes nas articulações do quadril, joelhos e tornozelos a médio e longo prazo. 

Ainda há um aumento significativo nas chances de ter diabetes, câncer e varizes

O assunto é sério e bastante discutido pela comunidade médica. Inclusive, já são mais de 260 mil artigos científicos publicados. 

Embora o tema seja relevante no meio acadêmico, ele também deveria nos preocupar, pois o excesso de peso está relacionado à maior ingestão diária de alimentos que o nosso organismo é capaz de metabolizar. 

Ou seja, se comemos mais do que precisamos, o nosso corpo acumula esse excedente. 

Mas o que precisamos fazer? 

São consideradas obesas as pessoas que têm o IMC (Índice de Massa Corpórea) acima de 30

Para calcular o seu IMC, é só dividir o peso (quilos) pela altura ao quadrado. 

Se o seu resultado foi entre 18,6 e 24,9, você está no seu peso normal. Agora, de 25 e 29,9, você está com sobrepeso e o sinal amarelo já deve ser acendido. 

É bom que você preste atenção no que come e o número de vezes por semana que tem praticado atividades físicas. 

Se você não quer ter complicações com a sua saúde, precisa ficar atento sobre como você está conduzindo o seu dia a dia

Substitua carboidratos, doces e industrializados por alimentos naturais, como legumes, folhas, frutas, grãos e cereais. 

Inclua exercícios pelo menos três vezes por semana, como uma caminhada ou andar de bicicleta pelo seu bairro. 

Sempre que puder, mexa-se! Suba escadas, vá ao trabalho ou até a farmácia à pé e se levante para trocar o canal da sua TV. 

O seu corpo agradece. 

E se você quiser auxílio na sua jornada de emagrecimento e manutenção da sua saúde, nós, da  Multiclínica BH, podemos ajudar você. 

Agende a sua consulta conosco através dos telefones: (31) 3408-3800 e (31) 9.8874-1796 ou pessoalmente, na rua Santa Cruz, 153, Venda Nova, Belo Horizonte (MG). 



Deixe uma resposta

Comentários