Conheça os principais tipos de acne e como tratar

Os problemas com acne são bem comuns na maioria da população brasileira, seja devido à temperatura quente, ou por alterações hormonais, estresse, alimentação rica em gordura e açúcar, entre outros motivos.

Seja qual for a causa, a acne é a obstrução dos folículos que facilita o acúmulo de bactérias, gerando as espinhas e cravos que alguns casos além de incomodarem esteticamente, também são bastante doloridas.

Reunimos para você, os sete principais graus de acne, e o que deve ser realizado para solucionar este problema, confira:

Ance Comedônica

Não é considerada inflamatória, normalmente presente em pessoas que estão passando pela adolescência.

Causada pelas alterações hormonais que afetam a glândula sebácea, algo bastante comum nesta fase, acarretando pequenos cravos em regiões como testa, bochechas e nariz.

Como tratar?

Na consulta com o dermatologista, após a confirmação do grau, é recomendado vitaminas, loções e cremes para amenizar os sinais.

Acne Científico de pápulo-pustulosa

Sabe aquela espinha com vermelhidão, endurecida devido à presença de pus e bem dolorida?

Essa é a acne de segundo grau, formada pela inflamação das glândulas sebáceas, que prolifera a bactéria Propionibacterium acnes.

Qual é o tratamento?

A primeira recomendação do dermatologista é que nunca deve espremer a espinha, e sim, seguir com suas prescrições, que podem incluir um tratamento com base de antibióticos como tetraciclina, minociclina ou sulfa, e a limpeza com gel antibacteriano.

Acne Nódulo-cística

É a famosa espinha interna, geralmente presente no rosto, tórax e costas gerando inchaços e dores na região.

O motivo do seu aparecimento costuma estar relacionado a alterações hormonais que acontecem na puberdade ou em período menstrual.

O que fazer?

Não é recomendado espremer, pois, pode piorar o seu quadro.

E quando leva cerca de uma semana para desaparecer, o dermatologista indica o consumo de antibióticos ou de isotretinoína para diminuir a produção de sebo para que não ocorra uma inflamação.

Acne Conglobata

São aquelas lesões na pele, que consistem no conjunto de fissuras e abscessos com pus.

Como resolver?

O dermatologista realizará uma avaliação clínica para entender qual é o tratamento adequado para a situação, para alguns pacientes, é sugerido o consumo do medicamento isotretinoína.

Acne Fulminante

Mais presente na região do tórax, costas e rosto de homens, é um tipo de acne bastante rara que inclui outros sintomas, como mal-estar, febre e dor nas articulações.

Como cuidar?

Através da avaliação do dermatologista, indicará o tratamento que pode ser através do uso de medicações orais ou em casos mais graves, a necessidade de procedimento cirúrgico.

Acne Neonata

Como o nome indica, aparece cravos e espinhas nas costas, tórax e rostinho do bebê, acontece devido à troca de hormônio entre a mãe e o seu filho, durante o período de gestação.

Como é o tratamento?

Não requer cuidados mais complexos, como a utilização de medicamentos, apenas, é recomendado que a região seja limpa com água e sabão de PH neutro.

Acne Medicamentosa

Costuma surgir porque a pessoa está utilizando anticoncepcionais, passando por tratamento hormonal ou excesso de vitamina B entre outros medicamentos.

O que deve ser feito?

Se esse tipo de acne causar muito desconforto, o médico responsável fará uma observação do quadro para saber se é preciso diminuir a dosagem ou suspender o tratamento.

Conclui-se que independente de qual grau a acne é, sempre importante passar por acompanhamento de um especialista, e não usar produtos por conta própria, assim, elimina-se o risco de agravar a situação ou só ser resolvido superficialmente seus sinais, com grande chance de aparecer novamente.



Deixe uma resposta

Comentários